quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

"O segredo do Licorne" na SIC

Hoje, o canal SIC irá passar oelas 21,30 h o filme do Steven Spielberg, «O segredo do Licorne». Quem ainda não o viu, tem uma oportunidade gratuita e em 3D. Quem o viu, será sempre agradável revê-lo.


segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Tintin e o Natal de 1944

Em 1944, a revista O Papagaio publicava a aventura de Tintin «A estrela misteriosa«. E no nº 506, de 21 de Dezembro daquele ano, Tim Tim e Rom Rom desejava aos leitores um natal muito feliz. A imagem é retirada do extraordinário blogue de Jorge Magalhães «O gato alfarrabista«


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Matic e Tintin

O jornal desportivo Record entrevistou hoje o jogador sérvio do Benfica, Matic, e lançou-lhe um desafio para provar as parecenças físicas com o Tintin.


quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Tintin terá novo livro até 2052

"Hergé não queria que outros criassem histórias novas com a personagem depois dele, mas lançaremos uma novidade um ano antes de a obra cair no domínio público", afirmou.

A editora belga Casterman e a empresa Moulinsart anunciaram esta semana que vão publicar até 2052 um novo livro protagonizado por Tintin, para evitar que os direitos da obra do autor de banda desenhada Hergé caiam no domínio público.

A Casterman e a Moulinsart, sociedade gestora dos direitos da obra do autor belga, chegaram a acordo e anunciaram que tencionam editar um livro novo antes de 2053, ano em que as personagens criadas por Hergé caem no domínio público, ou seja, setenta anos depois da morte do autor (falecido em 1983).

Com esta medida, evitam que outras pessoas possam apropriar-se das aventuras de Tintin e publicá-las como entenderem, afirmou Nick Rodwell, representante da Moulinsart, em entrevista esta semana aos jornais franceses Le Soir e Le Monde.

"Hergé não queria que outros criassem histórias novas com a personagem depois dele, mas lançaremos uma novidade um ano antes de a obra cair no domínio público", afirmou.

Nenhum dos responsáveis da Casterman e da Moulinsart adiantou o conteúdo do novo livro: "Temos 40 anos para pensar nisso", afirmou Fanny Rodwell, viúva de Hergé.

As últimas obras inéditas de Hergé foram "Tintin e os pícaros" (1976) e "Tintin e a Alpha Art", obra inacabada do autor, publicada em 1986.

AS 24 aventuras de banda desenhada de Tintin, o repórter belga mais famoso do mundo, estão editadas em Portugal pela ASA, do grupo Leya.

*Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico aplicado pela Agência Lusa

sábado, 8 de junho de 2013

Grande leilão ligado ao universo de Tintin este sábado

Cerca de 500 lotes de objetos ligados ao universo de Tintin, incluindo uma prancha de "A Estrela Misteriosa" e esboços raros, são leiloados no sábado, pela casa Artcurial, em Paris, foi hoje divulgado.

"Esta pode ser a nossa última venda de material de Hergé, devido à falta de mercadoria. A 'gama alta' é cada vez mais difícil de encontrar", disse à agência France Presse Eric Leroy da Artcurial, que organiza o 15.º leilão dedicado a Tintin em 20 anos.

"Existe uma grande paixão por Hergé, o artista mais caro da banda desenhada, a quem chamamos o Van Gogh da BD", disse ainda.

Em junho de 2012, o recorde do mundo para uma obra de Hergé foi obtido com uma capa em guache de "Tintin na América", vendida por 1,3 milhões de euros.~

Álbuns e esculturas integram o leilão, que propõe um esboço em grafite para "Tintin no Tibete" (1959), o álbum preferido de Hergé e o mais procurado, avaliado em 140.000 euros.

Um outro esboço, de "Perdidos no Mar" (1958), é proposto pelo mesmo valor, enquanto um terceiro de "As Joias de Castafiore" (1963) está avaliado em 50.000 euros.

A prancha original em tinta-da-china de 1942 de "A Estrela Misteriosa" tem o preço estimado de 160.000 euros.

A obra de Hergé "atravessa o século XX, de 1929 a 1983", lembrou o responsável da Artcurial. "Nascemos com imagens de Tintin, morremos com imagens de Tintin!", comentou Eric Leroy, ao assegurar que a personagem conta com um "mercado de colecionadores ávidos".

Lusa, publicado por Ricardo Simões Ferreira

in Diário de Notícias

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Calendário Timtim

A tabacaria-papelaria de Lisboa editou um calendário de 1977 com as figuras do Tintin e Milou.



sexta-feira, 17 de maio de 2013

Cinema e BD - Na sombra de Hergé

O blogue BDBD publica um texto interessante referente às adaptações da obra de Hergé ao cinema.


Só de passagem, lembramos aqui, essa aparatosa e repulsiva obra cinematográfica spielberguiana (obrigado, Manuel Caldas, por teres compreendido a nossa opinião nada frouxa) que foi o filme "Tintin e o Segredo do Licorne". Um desastre, uma traição!...
Muita gente sabe, e também muita gente não sabe, que há outros três filmes (longas metragens) feitos anteriormente.
Em Cinema de Animação (incorrectamente insultado como "Desenhos Animados"), "Tintin e o Lago dos Tubarões", e com o actor belga Jean-Pierre Talbot, digno, fisionómicamente, após alta pesquisa, com parecenças que não traíssem o aspecto de "Tintin". 
Com este "actor" belga aconteceram apenas duas fitas (uma terceira, ao que consta, ficou apenas idealizada...): "Tintin e o Mistério do Tosão de Oiro" e "Tintin e as Laranjas Azuis".
Agora, vamos lá por partes, sem vaidades intelectualóides:

TINTIN E O LAGO DOS TUBARÕES, foi realizado em 1972, na versão de Cinema de Animação, por Raymond Leblanc e com argumento de Michel Régnier, ou seja, o famoso argumentista Greg (amigo pessoal de Hergé).
Em cima do acontecimento (mesmo assim, o filme que estreou em Portugal no ex-Cinema Condes de Lisboa, era fraco...), esta fita foi directamente adaptada para álbum de Banda Desenhada. E foi publicada, entre nós, sob o denodado empenho de José Luís Fonseca (a propósito, que é feito deste "editor" consciente?!).
O álbum esgotou e, quando a Verbo o quis reeditar, tal foi imbecilmente proibido pelos "patrões hergeanos" da Bélgica!...
Entretanto, ainda nos anos 60 (dos nossos passados recentes milénio e século), surgiram os dois únicos filmes com actores de carne-e-osso.
O problema maior foi o "descobrir" um "Tintin"!... Foram bem aturadas as devidas buscas, até que, numa praia de Ostende (Bélgica), ele lá estava! Tratava-se do jovem desportista Jean-Pierre Talbot, singularmente aproximando-se de como idealizaríamos um "Tintin" de carne-e-osso! Foi, correcto, o actor certo (mesmo que algumas mentes frouxas tal o contestem) para ser um "TINTIN"!
Tais filmes foram: "Tintin et le Mystère de la Toison d'Or" ("Tintin e o Mistério do Tosão de Oiro" - com cenas rodadas na Grécia e na Turquia) e "Tintin et le Mystère de les Oranges Bleues" ("Tintin e as Laranjas Azuis" - rodado parcialmente em Espanha)...
Antes de prosseguirmos, fazemos notar que Hergé não foi tido e quase não achado nos argumentos destes três filmes. Apenas autorizou que usassem os seus personagens. Bravo, Hergé!...

Mas... e Jean-Pierre Talbot?
Pois, nasceu na belga Spa a 12 de Agosto de 1943. Foi na praia belga de Ostende (Bélgica), quando era monitor desportivo, que ele foi "descoberto" para ser... "Tintin". Apresentado a Hergé, este aceitou-o de imediato, pois era fisicamente, um "Tintin" perfeito, um Tintin ado-adulto, não mais uma criança de temerárias atitudes...
Nestes dois filmes, apenas dois actores foram os mesmos: Jean-Pierre Talbolt (Tintin) e Max  Eloy (o mordomo Nestor) e, em ambos, o argumentista  fundamental foi André Barret.
Em 1961, foi realizado "TINTIN ET LE MYSTÈRE DE LA TOISON D'OR" (Tintin e o Tosão de Oiro) por Jean-Jacques Vierne, donde se destacam as interpretações do grande actor clássico francês Georges Wilson (1921-2010)  como "Comandante Haddock" e ainda, Charles Vanel, em participação especial, como "Padre (Ortodoxo) Alexandre" e Georges Loriot como "Professor Tournesol".

Em 1964, Philippe Condroyer, realizou "TINTIN ET LE MYSTÈRE DES ORANGES BLEUES" (Tintin  e o Mistério das Laranjas Azuis)... que quase deu num fiasco. O argumento não pegou. O talento do actor Jean Bouise (1929-1989), como "Comandante Haddock", foi aqui muito apalhaçado... No primeiro filme "Tournesol" é vivido pelo actor Georges Loriot e no segundo pelo actor espanhol Félix Fernandez, onde aparece também a tremenda Bianca Castafiore, interpretada por Jenny Orléans.

Estes três filmes, apesar da sua discutível qualidade, não deixam ser importantes e fundamentais no coleccionismo dos verdadeiros tintinófilos... Ora, pois!
De qualquer modo, para tristeza nossa, tais respectivos DVD's só se encontram em França, Bélgica, Luxemburgo, Suíça... pois, entre nós, nem a "francesa" FNAC os consegue importar!... Uma lástima de todo incompreensível!
Quanto aos respectivos álbuns-BD, directamente adaptados dos filmes, mesmo nos mercados francófonos, são caras raridades....
  
Recordamos, em "fim-de-festa", que... "O Templo do Sol", na Bélgica, foi triunfalmente adaptado a opereta (e gravado, mas num esgotadíssimo DVD) e, há poucos anos, também foi levado ao Teatro (não sabemos se há alguma gravação em DVD de tal espectáculo), na Suíça, a narrativa tintinesca "As Jóias da Castafiore".

sábado, 23 de março de 2013

Cartoon de Antero

Publicado no blogue «A educação do meu umbigo» em Agosto de 2008. Aproveitando a capa da extinta revista Tintin, Antero parodia a entrega dos computadores Magalhães.


sábado, 16 de março de 2013

José Ruy e Tintin

Numa homenagem aos heróis da BD do século XX, o dinamizador do blog «Divulgando BD», Geraldes Lino, convidou cerca de uma centena de artistas portugueses para desenharem uma história do herói preferido.  José Ruy, um dos decanos da BD portuguesa, escolheu a criação de Hergé, Tintin.
As pranchas serão recolhidas no derradeiro número (o #6) do fanzine Efeméride, cujo um número foi dedicado exclusivamente a Tintin.


in blog Divulgando BD

Tintin no blogue «O Menino Triste»

Assinalando os 30 da morte de Hergé, J. Mascarenhas concebeu um pastiche com o Tintin e o seu companheiro Milou.

in blog O Menino Triste

domingo, 27 de janeiro de 2013

Tintin nos Simpsons

Hoje no canal Fox passou um episódio (o 10º da 21ª temporada) da série de animação «Os Simpsons» em que aparecem o Tintin e o seu amigo Capitão Haddock. Uma vez mais, os americanos pensam que o Tintin é francês!

video