domingo, 11 de dezembro de 2011

Álbuns do Tintin da Flamboyant

A Flamboyant (Rio de Janeiro - Brasil) foi a primeira editora a publicar em álbuns e em língua portuguesa as aventuras do Tintim. Os primeiros títulos apareceram em 1961 e foram publicados 14 títulos em capa dura. As primeiras edições tinham lombada em tecido e as mais recentes lombadas em cartão com o título do álbum. As lombadas em tecido apareciam em várias cores, pelo que o mesmo álbum pode ter sido editado com cor de lombada diferente. Em Portugal, as edições da Flamboyant eram distribuídas pela Editorial Áster de Lisboa. Apesar de estarem indicados na contra-capa dos álbuns da Flamboyant, achamos que os álbuns lunares não foram editados.


Os charutos do faraó  (Les cigares du pharaon)
Flamboyant, 1967

O loto azul  (Le lotus bleu)
Flamboyant, 1967
A ilha negra  (L' îlle noire) - versão de 1942
Flamboyant, 1961

O cetro de Ottokar  (Le sceptre de Ottokar)
Flamboyant, 1961
O ídolo roubado (L'oreille cassée)
Flamboyant, 1967

O caranguejo das tenazes de ouro (Le crabe aux pinces d'or)
Flamboyant, 1964

A estrêla misteriosa (L'étoille mystérieuse)
Flamboyant, 1961

O segrêdo do Licorne (Le secret de la Licorne)
Flamboyant, 1961
O tesouro de Rackham o terrível (Le trésor de Rackham le Rouge)
Flamboyant
As 7 bolas de cristal (Les sept boules de cristal)
Flamboyant, 1965

O templo do sol (Le temple du soleil)
Flamboyant, 1965