sexta-feira, 20 de outubro de 2017

A última grande ilustração de Hergé vai a leilão




É a última grande tira do criador de Tintin, Hergé, e vai a leilão este sábado, em Liège. É a única cópia da obra e espera-se que o par de desenhos - que medem 85 cm por 3,5 cm e 95 cm por 3,5 cm - possam render mais de 50 mil euros. Georges Remi (1907-1983), que o mundo conhece pelo pseudónimo Hergé, fez a ilustração - onde incluía Tintin, o cão Milou, o Capitão Haddock e uma série de personagens que ficaram para a história - como parte de um estudo para o mural da estação de metro Stockel, em Bruxelas, que seria concluído em 1988, já depois da morte do artista. A obra havia sido deixada no estúdio de Hergé e mais tarde foi entregue a um trabalhador do metro que participou na construção do mural, que levou a obra para casa e a pendurou no quarto dos netos. O valor da ilustração só foi descoberto após a morte do dono, quando a sua filha o vendeu à leiloeira. Em 2014, uma prancha original de Hergé bateu o recorde mundial para venda de banda desenhada: 2,6 milhões de euros.

Sem comentários:

Publicar um comentário