domingo, 12 de junho de 2011

Os portugueses na carreira de Tintin: Oliveira de Figueira

Este mercador lisboeta aparece pela primeira vez a bordo do barco que recolhe Tintim na aventura «Os charutos do Faraó». Na altura era um vendedor ambulante com toda a parafernália de artigos. Mais tarde fixa-se em Wadesdah (Khemed) («Tintim no país do ouro negro»), ajudando Tintim a penetrar na vila-fortaleza do Dr. Muller. Na aventura «Carvão no porão», Oliveira de Figueira, mais uma vez ajuda o nosso herói e o capitão Hadock, escondendo-o na sua casa em Wadesdah, fornecendo-lhe disfarces com as famosas bilhas sobre as cabeças para poderem escapar da cidade. Será a última vez que o mercador português aparece de «carne e osso» nas aventuras de Tintim. Porém é referenciado por Tintim, já que é um dos primeiros a felicitar o hipotético casamento do capitão com Castafiore, enviando uma carta de felicitações («As Jóias de Castafiore»).
No episódio «Os charutos do Faraó» publicado n' «O Papagaio», Oliveira de Figueira é um espanhol de Málaga, fugido aos horrores da Guerra em Espanha.